Reserva legal, qual área considerar?

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Conforme já abordado em nosso boletim de outubro, hoje falo de forma rápida qual área considerar para Reserva Legal.

A área de RL é definida através de percentuais estabelecidos em conformidade com o bioma de localização da propriedade, quais são:
80% – áreas localizadas em região de floresta na Amazônia Legal;
35% – áreas localizadas em região de Cerrado compreendidas dentro da Amazônia Legal;
20% – outros biomas.

O desconto deve ter como base sempre informações oficiais, e apenas quando ausentes, seguimos de acordo com o percentual mencionado.

O racional para apuração da área de RL é:
i. Verificar se na matrícula do imóvel possui averbação da área destinada a reserva legal;
ii. Se ausente averbação na matrícula, verificar a área de RL declarada no CAR;
iii. Se ausente averbação na matrícula, e CAR ou com insuficiência de informações, procedemos o desconto em conformidade com o Bioma da região.

Muitas vezes há também Área de Preservação Permanente (APP) no imóvel, a qual também devemos descontar.

É importante que os produtores rurais respeitem e preservem as áreas de proteção ambiental, pois além de respeitar os preceitos legais, contribuirá com uma agricultura sustentável.

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR ESSAS PUBLICAÇÕES

Projetos sociais

Projetos sociais nas empresas: impactos e alternativas de regulamentação

Muitas empresas exercem ou querem exercer ações sociais de cunho filantrópico, utilizando dos seus próprios serviços e produtos para irem além dos aspectos econômicos, com projetos que beneficiam o meio ambiente, agricultores e trabalhadores rurais e que impactam diretamente comunidades e instituições que necessitam de amparo.
Contudo, apesar das práticas sociais estarem ligadas aos valores de determinadas empresas, a sua estruturação requer bastante cautela e apoio jurídico para que não haja impactos trabalhistas, empresariais e tributários que possam, muitas vezes, desacelerar ou até mesmo impossibilitar esse compromisso com a sociedade.

Leia mais
Marco Legal

Câmara aprova MP que cria marco legal da securitização

Foi aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 15 de junho de 2022, a medida provisória editada em março pelo governo federal que cria, atualiza e define regras para securitização dos direitos creditórios (conversão de créditos a receber em títulos a serem comercializados) e, também, cria a Letra de Risco de Seguro.

Leia mais