Das necessidades para incremento do crédito no agronegócio

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

O que se vê na economia brasileira é que o agronegócio sempre desempenhou um papel essencial na estrutura econômica pátria, sendo um dos principais pilares do nosso PIB.

O crédito sempre fez parte das políticas públicas fomentadoras do financiamento rural que auxiliam, especialmente, os produtores rurais de pequeno e médio porte, vez que custeia a produção, financia o investimento em bens de capitais, auxilia no processo de comercialização dos produtos agrícolas, e até mesmo na prática de sustentabilidade ambiental.

Antes muito restrito, verifica-se que o governo retira cada vez mais os recursos por ele liberados, na tentativa de estimular ainda mais o ingresso de empresas privadas no mercado de crédito do agronegócio.

Entretanto, o que se observa no Brasil, infelizmente, é a ausência de mecanismos consolidados de seguro agrícola e do próprio crédito, atrelada às inseguranças jurídicas que rodeiam o assunto, especialmente quando se discute a inadimplência dos produtores rurais, como demonstrou a recente decisão que permitiu a recuperação judicial de produtor rural sem registro na junta comercial.

É latente a necessidade de ativismo dos players do setor com a exigência da criação de um sistema que dê maior segurança jurídica às partes envolvidas.

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR ESSAS PUBLICAÇÕES