Cédula Imobiliária Rural: quem pode emitir?

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Anteriormente nas pílulas do agronegócio apresentamos os contornos gerais da Cédula Imobiliária Rural (CIR), título de crédito criado pela MP 897/2019, a ser convertida em lei mediante sanção do poder executivo.

A CIR pode ser emitida pelo proprietário do imóvel rural, seja ele pessoa física ou jurídica, que houver constituído o patrimônio rural em afetação, podendo trazer como objeto a sua totalidade ou fração.

Entende-se, dessa forma, que a constituição de patrimônio rural em afetação é requisito para emissão de Cédula Imobiliária Rural. Por conseguinte, as vedações previstas no texto legal referentes à constituição do patrimônio rural em afetação (art. 8º, MP 897/2019) atingem também a possibilidade de emissão da CIR. A CIR, portanto, não recairá sobre imóveis já gravados por outros ônus reais, pequenas propriedades rurais e bens de família.

Este novo título de crédito também pode ser garantido por terceiro (incluindo seguradoras e instituições financeiras), além de poder receber aval.

Em caso de inadimplemento do devedor, como se dá a transferência da propriedade em favor do credor? Não perca nossa próxima pílula.

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR ESSAS PUBLICAÇÕES