Do Programa Adote um Parque

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Em meio à onda de críticas sobre a gestão ambiental, governo anuncia lançamento do Programa Adote um Parque e apresenta primeira empresa parceira.

Lançado hoje pelo Ministério do Meio Ambiente, o programa busca a promoção da preservação ambiental dos parques localizados dentro da área da Amazônia Legal através de parceria com agentes externos.

O intuito é de “dividir” parte da responsabilidade financeira pela preservação e manutenção de áreas com entidades privadas. Empresas nacionais e estrangeiras, além de pessoas físicas, poderão participar. Em troca, esses agentes podem fazer ações de publicidade sobre o projeto que participam.

Como primeira parceira, anunciada pelo próprio ministro Ricardo Salles, a unidade brasileira da varejista francesa Carrefour contribuirá com o investimento de aproximadamente R$ 4 milhões por ano. Em nota, a empresa confirmou a parceria e disse que avalia positivamente o programa do governo federal.

Cerca de 15% da Amazônia, equivalente a 63 milhões de hectares, farão parte do projeto que, segundo o Ministério do Meio Ambiente, tem o potencial de arrecadar cerca de 650 milhões de euros por ano.

Outras empresas devem aderir ao programa e há a expectativa de que sejam anunciadas nos próximos dias.

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR ESSAS PUBLICAÇÕES

Projetos sociais

Projetos sociais nas empresas: impactos e alternativas de regulamentação

Muitas empresas exercem ou querem exercer ações sociais de cunho filantrópico, utilizando dos seus próprios serviços e produtos para irem além dos aspectos econômicos, com projetos que beneficiam o meio ambiente, agricultores e trabalhadores rurais e que impactam diretamente comunidades e instituições que necessitam de amparo.
Contudo, apesar das práticas sociais estarem ligadas aos valores de determinadas empresas, a sua estruturação requer bastante cautela e apoio jurídico para que não haja impactos trabalhistas, empresariais e tributários que possam, muitas vezes, desacelerar ou até mesmo impossibilitar esse compromisso com a sociedade.

Leia mais
Marco Legal

Câmara aprova MP que cria marco legal da securitização

Foi aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 15 de junho de 2022, a medida provisória editada em março pelo governo federal que cria, atualiza e define regras para securitização dos direitos creditórios (conversão de créditos a receber em títulos a serem comercializados) e, também, cria a Letra de Risco de Seguro.

Leia mais